http://iflorestal.sp.gov.br

Tupi

  • Nome: Estação Experimental de Tupi
  • Município: Piracicaba
  • Divisão: Divisão de Florestas e Estações Experimentais (DFEE)
  • Diploma Legal: Dec.19.032C de 23/12/49
  • Seção: Seção de Estação Experimental de Tupi
  • Responsável: Rosa Maria Galera Gonçalves
  • Endereço: Rodovia Luiz de Queiroz, KM149
  • Bairro: Tupi
  • CEP: 13428-000
  • Caixa Postal: 339
  • Via de Acesso: Rod. Luiz de Queiroz com pista dupla que interliga o sistema Anhanguera (SP 330) ou Bandeirantes (SP 348).
  • Telefone: (19) 3438-7116 e (19) 3438-7200
  • E-mail: malu.palmieri@gmail.com
  • Visitação: de segunda a sexta das 7h às 17h. Agendamento necessário para visitas monitoradas.
  • Área (ha): 198,00
  • Latitude: 22º43´ Lat S
  • Longitude: 47º31´ Long W
  • Amplitude Altitudinal (m): de 505 à 570m
  • Observações sobre a UC: ordenamento do espaço contempla 5 zonas: de uso extensivo (42,4%); de experimentação (33,9%); de uso especial (10,2%); de uso intensivo (8,4%); e de recuperação (5,1%)
  • Clima: Clima de inverno seco.
  • Temperatura:
    – Temperatura média anual 22,1ºC.
    – Temperatura média anual do mês mais quente – Janeiro – 25ºC.
    – Temperatura média anual do mês mais frio – Julho -17,5 ºC .
  • Topografia: Relevo de morrotes alongados e espigões, com altitudes entre 505 e 570 metros.
  • Solo: Podzólico vermelho escuro álico; podzólico vermelho-amarelo álico ou distrófico; associação podzólico vermelho-amarelo-álico ou distrófico; associação de solos litossolos e cambissolo; cambissolo eutrófico ou oligotrófico e gleissolos eutróficos ou oligotrófico.
  • Ecossistema: Mata Atlântica – Floresta Estacional Semidecidual. Mata: Compreende uma área de aproximadamente 10 ha em bom estado de conservação, guardando ainda significativas características da mata mesófica semidecídua. Represa: construídas na déc. De 70 visando à ampliação do suprimento de água, embora se trate de ambiente artificial, encontram-se devidamente integradas á natureza. Áreas abertas: são áreas que sofreram influência antrópica, originando campos com vegetação herbácea e gramíneas ocorrendo, vez ou outra, algumas espécies arbóreas.
  • Observações sobre Ecosistema: Reflorestamento com sub-bosque: as áreas reflorestadas com pinaceas e eucalipto, posteriormente desbastadas, apresentam sub bosque rico em espécies florestais nativas e exóticas, originando um ambiente floristicamente diverso. Matas ciliares: situam-se ao longo dos ribeirões Tijuco Preto e Batistada e as margens das represas. Mata Secundária: foram identificadas 2 locais de matas com esta formação vegetal.
  • Fauna:
  • Flora: Matas Ciliares: situam ao longo dos ribeirões Tijuco Preto e Batistada e às margens das represas. Mata Secundária: foram identificados 2 locais de matas com essa formação vegetal.
  • Turismo: Diariamente, das 7:00 às 16:00h.
  • Visitação para pesquisa científica:  Sim. Agendamento necessário.
  • Hospedaria: Sim

O Ministério da Saúde recomenda a vacina da febre amarela aos visitantes que forem para a região