http://iflorestal.sp.gov.br

05/04/18 12:08

Lançamento do Projeto “Educatrilha na Escola” é realizado em Piracicaba

Fruto da parceria entre diversas instituições, será realizado um concurso envolvendo as escolas de Piracicaba com o objetivo de integrar as visitas à unidade a um processo de educação ambiental crítico e permanente

No dia 03 de abril foi realizado o evento de lançamento do “EducaTrilha na escola”. O objetivo do projeto é integrar as visitas à Estação Experimental de Tupi (Horto de Tupi) a processos de educação ambiental críticos e permanentes. Para isso, será realizado um concurso envolvendo escolas estaduais, municipais e particulares de Piracicaba de ensino fundamental e médio. Como prêmio será oferecida aos professores participantes uma viagem pedagógica ao Núcleo Picinguaba do Parque Estadual da Serra do Mar, em Ubatuba/SP, e atividades lúdico-educativas nas escolas. O evento aconteceu no Anfiteatro da Biblioteca Municipal de Piracicaba.

O “EducaTrilha na escola” está sendo realizado pelo Instituto Florestal (IF), Fundação Florestal (FF), Coordenadoria de Educação Ambiental da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (CEA/SMA) e Prefeitura Municipal de Piracicaba, por meio da Secretaria de Defesa do Meio Ambiente (SEDEMA), e com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, da Diretoria de Ensino de Piracicaba, da Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz” – ESALQ (Laboratório de Educação e Política Ambiental – OCA e Grupo de Estudos Desafios da Prática Educativa – GEDePE), do Grupo Multidisciplinar de Educação Ambiental (GMEA), do Instituto Terra Vida e do Rotary C.P. São Dimas.

Dando início à solenidade de abertura, em nome dos parceiros do projeto, José Walter Viotto, Governador do Rotary International Distrito 4310, defendeu a importância da iniciativa. Em seguida, Adriana Neves, da Fundação Florestal, destacou a importância do envolvimento dos professores em projetos de educação ambiental e dessa iniciativa que integra a Estação Experimental de Tupi e o Núcleo Picinguaba, com a troca de experiências em educação ambiental entre as duas áreas protegidas, fortalecendo estes espaços educadores.

O caráter piloto do projeto foi enfatizado por Sandra Aparecida de Oliveira, que neste ato representou Rachel Marmo Azzari Domenichelli, coordenadora de Educação Ambiental da SMA.  “Essa experiência em Piracicaba poderá subsidiar diretrizes para projetos em outras áreas protegidas do Estado”, defendeu.

Luís Alberto Bucci, Diretor Geral do Instituto Florestal, ressaltou a importância da iniciativa da equipe da Estação Experimental de Tupi de reunir instituições da própria Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (IF, FF e CEA), a Prefeitura Municipal e organizações da sociedade civil em um projeto conjunto que visa à melhoria ambiental através de ações educativas com crianças e adolescentes.

Representando o Secretário Estadual de Meio Ambiente Maurício Brusadin, Luigi Longo afirmou que a educação ambiental é uma das prioridades desta gestão e que projetos como esse têm um papel fundamental na conservação ambiental.

Finalizando a mesa de abertura, José Otávio Machado Menten, Secretário Municipal de Meio Ambiente de Piracicaba, representando o Prefeito Barjas Negri, ressaltou a importância desse projeto no contexto da parceria que está sendo formalizada entre a Prefeitura de Piracicaba e a SMA para o desenvolvimento conjunto de ações de educação ambiental e de lazer na Estação Experimental de Tupi. Essa parceria estimulará a utilização da unidade pela população e poderá servir de modelo para outros espaços públicos.

Dando seguimento ao evento, as coordenadoras do “EducaTrilha na escola”, Maria Luísa Bonazzi Palmieri (IF) e Elizabeth da Silveira Nunes (SEDEMA) explicaram sobre a origem do projeto, os critérios de participação e pontuação no concurso, os prêmios e os encontros formativos que serão oferecidos aos professores das escolas inscritas.

Maria Luísa ressaltou que o “EducaTrilha na escola” é fruto de um projeto de pesquisa que analisou a visitação em áreas protegidas e suas contribuições às escolas, bem como da experiência do “EducaTrilha: processo de formação continuada de docentes em educação ambiental em áreas naturais” realizada em 2015 e premiada pelo Conselho Municipal de Defesa do Meio Ambiente de Piracicaba (COMDEMA) em 2016. “A ideia é integrar resultados de pesquisas desenvolvidas no IF e propostas de intervenção educativa, além de potencializar os resultados da primeira experiência do ‘EducaTrilha’, envolvendo todas as escolas de Piracicaba”, explicou a coordenadora do projeto.

Elizabeth, por sua vez, ressaltou a importância da participação dos professores nos encontros formativos, nos quais haverá subsídios teóricos e práticos para o desenvolvimento das ações e elaboração dos portifólios que serão utilizados para a seleção das escolas vencedoras.

Após a apresentação do projeto, foi aberta a palavra aos participantes para o esclarecimento de dúvidas.

O regulamento do “EducaTrilha na escola” está disponível em http://iflorestal.sp.gov.br/lancamento-do-educatrilha-na-escola/ e a inscrição poderá ser realizada pelo link https://goo.gl/forms/kcZYQSCjfmBno13e2.

Fotos: Acervo Estação Experimental de Tupi

Mais informações: Maria Luísa Bonazzi Palmieri – Estação Experimental de Tupi – Tel.(19) 3438-7116 / 3438-7200