http://iflorestal.sp.gov.br

07/08/17 17:57

Seminário de IC premia trabalhos em destaque e oferece curso sobre Uso Público

O evento promoveu três dias de intenso intercâmbio entre estudantes e pesquisadores de todo o estado de São Paulo

O Instituto Florestal (IF) realizou, de 01 a 03 de agosto, o 11ª Seminário de Iniciação Científica da instituição. O evento aconteceu na sede do  IF, na capital paulista, e reuniu estudantes e pesquisadores de todo o estado.

Durante os dois primeiros dias de evento, foram realizadas as apresentações orais das pesquisas realizadas por 18 bolsistas do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) orientados por pesquisadores do IF. No segundo dia foram apresentados painéis por seis estagiários da instituição, com bolsa do Centro de Integração Empresa Escola (CIEE), que desenvolvem atividades vinculadas à pesquisa, e ocorreu a premiação dos trabalhos em destaque. Os avaliadores externos ressaltaram a qualidade dos estudos apresentados e a dificuldade para eleger apenas três, tanto que houve um empate para o terceiro lugar de uma das categorias. Os dois primeiros dias de Seminário mantiveram uma média de 60 participantes por período (manhã ou tarde).

No terceiro dia de Seminário, foi oferecido aos participantes o minicurso “Programa de Uso Público como Estratégia de Manejo de Áreas Protegidas”, sob coordenação da pesquisadora científica Helena Dutra Lutgens e com a participação de outros seis técnicos e pesquisadores do Instituto Florestal ministrando as palestras e dando suporte nas atividades de campo. Participaram de cerca de 20 alunos.

O curso apresentou conceitos sobre Uso Público em Áreas Protegidas, bem como a experiências dos palestrantes em anos de trabalho do IF.

De manhã foram apresentadas seis diferentes palestras, que abordaram temas variados como planejamento, implantação e manutenção de trilhas, acessibilidade, desenvolvimento de roteiros turísticos, educação ambiental, interação com as comunidades do entorno, comunicação para a divulgação científica, museus, centro de visitantes e exposições.

No período da tarde, os alunos realizaram visita ao Arboreto 500 Anos e ao Museu Florestal Octávio Vecchi para avaliar o potencial desses aparelhos de Uso Público e, baseados no que aprenderam no curso, realizarem um diagnóstico e propor melhorias.

O minicurso foi realizado em homenagem ao pesquisador científico Waldir Joel de Andrade, idealizador do curso e membro da equipe do Programa de Uso Público do Instituto Florestal, falecido em julho. Sempre atuante na formação de novos profissionais, Waldir ministrou seu curso sobre manejo de trilhas nas mais recentes edições do Seminário de Iniciação Científica.

 

Apresentações em destaque

  • 1º lugar: Mariana Lopes Campagnoli
    “Potencial de dispersão de sementes por zoocoria a partir de frutos oferecidos em comedouros xxx”
  • 2º lugar: Abner Matheus de Souza
    “Territórios tradicionais (não indígenas) do litoral centro sul do Estado de São Paulo: identificação Preliminar”
  • 3º lugar: Luiza Stehling Braga
    “Espécies tardias versus iniciais e a sucessão secundária na Serra da Cantareira, SP”
  • 3º lugar: Victor Hugo Barbedo
    “Herdabilidade genotípica do diâmetro e frequência dos vasos de madeira em progênies de Dipteryx alata ao longo dos anéis de crescimento”

 

Painéis premiados

  • 1º lugar: Daniel Pisaneschi Beletti
    “O uso do QR Code na divulgação científica e no conhecimento das árvores do Arboreto 500 Anos”
  • 2º lugar: Rafaela Dias Valeck da Silva
    “Composição Florística das formações vegetais da Estação Experimental de Itararé, SP”
  • 3º lugar: Priscila de Oliveira Gibelli
    “Variação do diâmetro dos vasos na madeira de clone de Hevea brasiliensis

 

Fotos: Acervo Instituto Florestal

Mais informações: seminarioic@if.sp.gov.br